Pages Menu
Facebook
Categories Menu

Postado em Destaque, Empreendimentos, Imóveis, Mercado Imobiliário

Apartamento pronto ou na planta?

 

Apartamento pronto ou na Planta?

 

Comprar um apartamento pronto ou na planta?

E agora, compro um imóvel na planta ou pronto para morar? Essa é a pergunta numero um que todas as pessoas que iniciam a busca pelo primeiro imóvel fazem. Não há uma resposta exata para essa questão, cada um traz as suas vantagens e desvantagens, depende de qual o seu objetivo, quais as suas necessidades, o prazo que você tem disponível e principalmente quanto que você está disposto a investir. Fique tranquilo, separamos algumas dicas que farão essa decisão ficar mais fácil para você.

Documentação

      • Na planta: O imóvel na planta tende a ser menos burocrático do que o imóvel pronto, visto que para adquirir uma unidade basta assinar uma promessa de compra e venda com a construtora. Porém nesse caso, estamos tratando de um imóvel que ainda será construído, ou seja, o risco da compra acaba sendo maior, pois não há como garantir de fato que aquele imóvel vai ficar pronto. Por isso é importante CHECAR A IDONEIDADE DA CONSTRUTORA, ver a quanto tempo está no mercado, quantos empreendimentos já entregou, o histórico da mesma, para ter uma garantia maior e exigir todas as documentações referentes ao imóvel que você está adquirindo como o registro de incorporação do imóvel e o memorial descritivo do mesmo. Vale lembrar, por exemplo, o caso da Encol, uma grande Construtora Goiana, que decretou falência em 1999 prejudicando mais de 40 mil clientes. Portanto na hora de adquirir um imóvel na planta, atente-se quanto a situação da construtora, todas as documentação que atestem a condição financeira da mesma, se há notícias recentes sobre problemas com a construtora, verificar reclamações no Procon, Inss entre outros.

 

  • Imóvel pronto: Há mais burocracia envolvida, principalmente por conta de documentos a serem enviados. O que não quer dizer que isso não seja bom. Quanto maior a variedade de documentação solicitada, mais garantia você acaba tendo sobre aquele negócio. Acreditamos também que a principal vantagem do imóvel pronto é você comprar, entrar e morar, sem a necessidade de esperar alguns anos para o término da construção.

Investimento inicial

Geralmente, para o imóvel na planta você tem uma flexibilidade maior quanto ao pagamento, com uma entrada menor do que para um imóvel pronto, com a possibilidade de incluir parcelas semestrais ou anuais que podem fazer o valor da parcela mensal diminuir. Enfim, você tem uma condição de pagamento mais facilitada do que para um imóvel pronto, que vai te pedir geralmente de 30 a 40% de valor do bem. Ou seja, para você comprar um imóvel pronto, é preciso ter um valor de entrada disponível maior.

Instalações

A pessoa que compra um imóvel na planta ganha mais flexibilidade para customizar e decorar o imóvel do modo que deseja. Dependendo da incorporadora, imóveis na planta também permitem reformas em maior escala, como derrubar paredes e fazer uma cozinha americana, adicionar tomadas – algo que às vezes nem está previsto na planta. Mas é preciso tomar cuidado em um ponto: muitas vezes, a construtora não entrega o imóvel do jeito que o cliente esperava, em termos de instalações elétricas, piso, tomadas, entre outros pontos.  A dica dos especialistas é sempre solicitar à construtora um memorial descritivo (escritura do terreno, tamanho, material de construção, qualidade dos elevadores) para ter certeza de tudo o que está contratado para entrega e não se decepcionar ao ver a obra acabada.
Já o imóvel pronto tem a vantagem de que tudo já está ali: em grande parte dos casos, não é preciso gastar dinheiro com piso, acabamentos, etc. Isso torna o processo de mudança mais ágil. Além disso, já na primeira visita o proprietário pode ver claramente as dimensões, detalhes de acabamento, planejar a decoração e uso de espaços. 

Mudança

Para aqueles que não têm planos de mudar rapidamente, o imóvel na planta costuma ser uma opção financeira mais viável. Essa modalidade permite o parcelamento da entrada e planejamento de valores intermediários. Em geral, o consumidor paga 20% da entrada de acordo com o avançar das obras. Quando o imóvel for entregue, paga-se a taxa pelas chaves e pode-se mudar para o local. Já para adquirir o imóvel pronto, o consumidor precisa ter essa entrada “no bolso”. Vale lembrar que é necessário ter garantias dos outros 70%, seja por meio de financiamento ou pagamento à vista. Caso contrário, é possível que o consumidor pague multas e pode até mesmo perder grande parte dos 30% que investiu.

 

Venha morar em Praia Grande.
Consulte nossos corretores e faça uma simulação.‼️
🕒 Chat online http://bit.ly/ChatJReGarcia
📱 WhatsApp: (13) 98205-4445 https://goo.gl/YMmJBz
📞 Plantão de Vendas: (13) 3356-5220 
📧 e-mail: vendas@construtorajregarcia.com.br

Condições especiais, Financiamento Bancário ou Direto com a Construtora, venha conferir!